Graças ao financiamento imobiliário, adquirir a sua casa própria não precisa ser um voo tão complexo.

Neste artigo vamos explicar pra você como funciona essa facilidade de crédito e dar algumas dicas pra você não pagar tão caro por ele.

O que é o financiamento imobiliário?

De maneira simples, o financiamento imobiliário nada mais é do que um empréstimo de um banco ou qualquer instituição credora para que uma pessoa compre um imóvel.

Essa modalidade de oferta de crédito é bastante conhecida como a mais longa que existe – podendo ser de 120 a 240 meses. Além disso, o financiamento imobiliário apresenta as taxas mais acessíveis do mercado.

Mas atenção! Nem tudo é simples. Antes de realizar um financiamento imobiliário, o banco vai avaliar toda sua vida financeira para aprovar ou não o empréstimo.

Como funciona o financiamento imobiliário?

Em linhas gerais, o processo de financiamento é simples, podendo ser bem atrativo para quem está ansioso para ter seu próprio lar, principalmente porque hoje existe a possibilidade de contratá-lo de forma digital.

O primeiro passo para conquistar a casa própria é solicitar o empréstimo ao banco e escolher as taxas e prazos para o pagamento.

Em seguida, o solicitante envia os documentos necessários e espera a instituição credora fazer uma análise criteriosa de risco relacionada ao seu histórico de crédito, o famoso “score”.

Qual é a renda necessária para ter para poder financiar um imóvel?

Uma das dúvidas mais frequentes de quem pretende comprar um imóvel está relacionada à renda necessária para conseguir um financiamento.

Antes de tudo, é preciso saber a porcentagem do valor do imóvel que o banco irá disponibilizar para o comprador, que geralmente varia entre 80 e 85%.

Já o valor de entrada é a porcentagem restante, por exemplo, se o banco oferecer 80% do valor do imóvel para você, sua entrada deverá ser de 20%.

Assim sendo, na hora de financiar os 80% fornecidos pelo banco, entenda bem qual vai ser a taxa de juros quando estiver efetuando a compra, que geralmente é somada aos valores da parcela.

A primeira prestação do financiamento, não pode ultrapassar 30% da sua renda. Lembre-se, quanto maior o valor da entrada, mais baixo será a sua parcela e menos ela irá afetar sua renda mensal.

O prazo do financiamento varia de acordo com o indexador escolhido ou taxa fixa, variando entre 120 e 420 meses.

Eu posso solicitar um financiamento imobiliário?

Os pré-requisitos básicos para solicitar um financiamento imobiliário são:

pre_requisitos_financiamento_imobiliario.png

Já os documentos necessários geralmente são os seguintes:

documentos_necessarios_financiamento_imobiliario.png

Algumas provas de renda também podem ser solicitadas, como extratos bancários e cópia da declaração de Imposto de Renda.

Por fim, a certidão de registro do contrato de financiamento em cartório será necessária para liberação do dinheiro.

Quais vão ser os custos envolvidos no meu financiamento imobiliário?

Registrar qualquer imóvel tem um custo. Por isso, vamos apresentar aqui algumas das principais taxas que precisam ser pagas.

Taxa de vistoria de imóveis

É o primeiro documento exigido pelo banco. O cálculo de preço é feito de acordo com a metragem do imóvel e a reputação do profissional. O valor varia entre R$ 80 e R$ 200 a hora. Você ainda tem a opção de incluir uma vistoria dos reparos na obra, que pode elevar o valor para até R$ 2 mil, segundo a melhortaxa.

Taxas do Seguro Habitacional

Qualquer financiamento imobiliário é obrigado a contratar um Seguro Habitacional. É ele que resguarda o financiamento em caso de morte e invalidez permanente (MIP) e protege o imóvel de danos físicos (DFI). Neste artigo, você pode conferir mais detalhes sobre as duas coberturas.

Registro de Imóveis

Documento obrigatório para o realizar o financiamento imobiliário. Em média custa aproximadamente 1% do valor do imóvel.

ITBI

Contratação de serviços vinculados e os juros. Ele é calculado a partir da alíquota de cada cidade e imóvel, podendo variar de 2 a 3% sobre o valor do imóvel.

Além dos custos envolvidos com o financiamento imobiliário, existem gastos necessários na hora do ato do pagamento, são eles:

  • Taxa de corretagem
  • Valor da documentação do Imóvel
  • Taxas de cartório
  • Custos manutenção e preparação do imóvel

Como pagar menos nas parcelas do meu financiamento imobiliário?

Você já percebeu que Seguro Habitacional é obrigatório no financiamento imobiliário, certo? Inclusive, neste artigo você pode entender melhor sobre ele.

O que muita gente não sabe é que cabe a você escolher com qual seguradora você deseja contratar o seguro e não o banco.

Pensando em ajudar os brasileiros a economizarem na conquista da casa própria, a bem-te-vi traz a melhor opção do mercado e com as menores taxas.

Use nossa calculadora de economia, e confira o quanto você poderá economizar nas parcelas do seu financiamento.

Vem voar junto com a gente!