COMPARTILHE:

Segundo o artigo 6º da Constituição Federal, todos os brasileiros têm direito a moradia, mas por inúmeros fatores isso nem sempre acontece.

Foi pensando nesta realidade que durante a criação da bem-te-vi decidimos ter esse compromisso social em nossos valores.

Decidimos atuar juntamente com a TETO para fazer a diferença e construir moradias mais dignas com quem precisa.

Neste artigo você vai conhecer um pouco mais sobre a ONG e como a bem-te-vi atua nessa parceria.

A moradia no Brasil: um problema antigo

Na primeira metade do século passado, muitos moradores de áreas rurais passaram a viver nas cidades em busca de melhores oportunidades de trabalho com o surgimento das indústrias, principalmente em São Paulo e no Rio de Janeiro.

Nessa época, muito trabalhadores moravam em cortiços, pensões e vilas operárias, que eram oferecidas aos empregados pela indústria e descontado de seus salários.

Com o tempo, na década de 1940, mais gente do campo veio para a cidade e as antigas habitações do centro foram sendo destruídas, provocando um aumento no custo de vida e obrigando os trabalhadores a buscarem novos locais para morar, surgindo então as periferias.

Algumas pessoas e famílias não conseguiram se adaptar às transformações e acabaram ficando sem um lugar para morar e esse problema reflete até hoje.

Segundo um estudo da Fundação João Pinheiro, em 2019 o Brasil apresentou um déficit habitacional de 5,876 milhões de moradias, ou seja, existem milhares de pessoas que vivem em lugares com condições muito precárias.

Já os dados de pessoas em situação de rua no Brasil também são alarmantes. De acordo com um estudo da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), no país existem cerca de 180 mil pessoas nessa situação.

Mesmo com a criação de inúmeros projetos habitacionais, muitas famílias no Brasil ainda vivem sem acesso a uma moradia digna. Seja por falhas ou limites nesses projetos, seja por viverem em territórios invisibilizados, como são as favelas precárias - locais sem CEP, saneamento, água, onde a ação coletiva é a única que busca por melhores condições de vida.

Como a TETO desenvolve seu trabalho social no Brasil

Presente em 18 países da América Latina, a TETO atua no Brasil há 15 anos e hoje tem ações em 7 estados e no DF do país.

Seu propósito está em melhorar a vida de pessoas que se encontram em situação de pobreza nas favelas mais precárias do país, além de formar voluntários(as) para que possam atuar juntos aos moradores(as) dessas regiões e fazer a diferença em suas vidas.

Segundo a ONG, as favelas precárias são comunidades formadas por no mínimo 8 famílias e que não possuem acesso regular à moradia.

Essas regiões geralmente também não possuem acesso a muitos serviços considerados essenciais, como água corrente, energia elétrica e rede de esgoto, além de não contar com vias pavimentadas.

Em relação às casas desses moradores, elas geralmente são construídas com materiais não duráveis, como tapumes e madeiras retiradas de pallets, possuindo uma média de 27m2 para abrigar mais do que 2 pessoas.

Até dezembro de 2021, a TETO Brasil já havia:

- Construído 4.587 moradias de emergência;

- Construído 178 projetos de infraestrutura comunitárias;

- Mobilizado 76.196 voluntários e voluntárias.

No site teto.org.br é possível acessar os relatórios detalhados da ONG desde o ano de 2012, além de conhecer melhor o projeto, o seu impacto e ainda entender melhor como você pode contribuir.

Em busca de ampliar ainda mais a sua ajuda humanitária, a TETO também conta com a ajuda de muitas empresas e sempre está aberta a novas parcerias. Afinal, quanto mais gente ajudando, mais próximo de melhorar a vida de milhões de brasileiros ficamos.

O compromisso social da bem-te-vi

A bem-te-vi nasceu com o sonho de ajudar os brasileiros a terem mais tranquilidade para conquistarem a tão sonhada casa própria, é por isso que nosso foco é fazer com que cada vez mais pessoas paguem menos pelo financiamento imobiliário ao economizarem no Seguro Habitacional.

Acontece que nem todo mundo pode sequer financiar um imóvel e acabam ficando bem distantes do sonho de ter um ninho para chamar de seu.

Foi assim que enxergamos na TETO uma oportunidade para estender a mão também para quem vive em condições precárias de moradia.

O modelo de parceria com a ONG funciona da seguinte forma: após atingirmos a meta de 5 mil leads, iremos construir uma moradia. A meta foi atingida em tempo recorde e, com isso, já temos a data para construção da primeira moradia desse projeto bem-te-vi & TETO.

Este formato adotado foi o mais viável para dar início a essa parceria, que promete durar por muitos anos.

O nosso objetivo é que a cada vez que renovarmos a parceria com a TETO, nosso modelo se torne cada vez mais ambicioso.

E tem mais: nossos colaboradores também se comprometeram a ajudar na construção dessa moradia, afinal, aqui todo mundo voa junto! Faz parte da nossa cultura criar um laço social entre nossos colaboradores e nossos projetos, faz parte dos nossos nossos valores e compromisso com a sociedade.

Se você ainda não conhece a bem-te-vi, acesse nossa página bemtevi.com e descubra um novo jeito de cuidar do seu lar ao economizar nas parcelas do seu Seguro Habitacional e ainda ajudar outras famílias.

Artigos relacionados

bem-te-vi

TETO e bem-te-vi: uma parceria do bem

COMPARTILHE:

Segundo o artigo 6º da Constituição Federal, todos os brasileiros têm direito a moradia, mas por inúmeros fatores isso nem sempre acontece.

Foi pensando nesta realidade que durante a criação da bem-te-vi decidimos ter esse compromisso social em nossos valores.

Decidimos atuar juntamente com a TETO para fazer a diferença e construir moradias mais dignas com quem precisa.

Neste artigo você vai conhecer um pouco mais sobre a ONG e como a bem-te-vi atua nessa parceria.

A moradia no Brasil: um problema antigo

Na primeira metade do século passado, muitos moradores de áreas rurais passaram a viver nas cidades em busca de melhores oportunidades de trabalho com o surgimento das indústrias, principalmente em São Paulo e no Rio de Janeiro.

Nessa época, muito trabalhadores moravam em cortiços, pensões e vilas operárias, que eram oferecidas aos empregados pela indústria e descontado de seus salários.

Com o tempo, na década de 1940, mais gente do campo veio para a cidade e as antigas habitações do centro foram sendo destruídas, provocando um aumento no custo de vida e obrigando os trabalhadores a buscarem novos locais para morar, surgindo então as periferias.

Algumas pessoas e famílias não conseguiram se adaptar às transformações e acabaram ficando sem um lugar para morar e esse problema reflete até hoje.

Segundo um estudo da Fundação João Pinheiro, em 2019 o Brasil apresentou um déficit habitacional de 5,876 milhões de moradias, ou seja, existem milhares de pessoas que vivem em lugares com condições muito precárias.

Já os dados de pessoas em situação de rua no Brasil também são alarmantes. De acordo com um estudo da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), no país existem cerca de 180 mil pessoas nessa situação.

Mesmo com a criação de inúmeros projetos habitacionais, muitas famílias no Brasil ainda vivem sem acesso a uma moradia digna. Seja por falhas ou limites nesses projetos, seja por viverem em territórios invisibilizados, como são as favelas precárias - locais sem CEP, saneamento, água, onde a ação coletiva é a única que busca por melhores condições de vida.

Como a TETO desenvolve seu trabalho social no Brasil

Presente em 18 países da América Latina, a TETO atua no Brasil há 15 anos e hoje tem ações em 7 estados e no DF do país.

Seu propósito está em melhorar a vida de pessoas que se encontram em situação de pobreza nas favelas mais precárias do país, além de formar voluntários(as) para que possam atuar juntos aos moradores(as) dessas regiões e fazer a diferença em suas vidas.

Segundo a ONG, as favelas precárias são comunidades formadas por no mínimo 8 famílias e que não possuem acesso regular à moradia.

Essas regiões geralmente também não possuem acesso a muitos serviços considerados essenciais, como água corrente, energia elétrica e rede de esgoto, além de não contar com vias pavimentadas.

Em relação às casas desses moradores, elas geralmente são construídas com materiais não duráveis, como tapumes e madeiras retiradas de pallets, possuindo uma média de 27m2 para abrigar mais do que 2 pessoas.

Até dezembro de 2021, a TETO Brasil já havia:

- Construído 4.587 moradias de emergência;

- Construído 178 projetos de infraestrutura comunitárias;

- Mobilizado 76.196 voluntários e voluntárias.

No site teto.org.br é possível acessar os relatórios detalhados da ONG desde o ano de 2012, além de conhecer melhor o projeto, o seu impacto e ainda entender melhor como você pode contribuir.

Em busca de ampliar ainda mais a sua ajuda humanitária, a TETO também conta com a ajuda de muitas empresas e sempre está aberta a novas parcerias. Afinal, quanto mais gente ajudando, mais próximo de melhorar a vida de milhões de brasileiros ficamos.

O compromisso social da bem-te-vi

A bem-te-vi nasceu com o sonho de ajudar os brasileiros a terem mais tranquilidade para conquistarem a tão sonhada casa própria, é por isso que nosso foco é fazer com que cada vez mais pessoas paguem menos pelo financiamento imobiliário ao economizarem no Seguro Habitacional.

Acontece que nem todo mundo pode sequer financiar um imóvel e acabam ficando bem distantes do sonho de ter um ninho para chamar de seu.

Foi assim que enxergamos na TETO uma oportunidade para estender a mão também para quem vive em condições precárias de moradia.

O modelo de parceria com a ONG funciona da seguinte forma: após atingirmos a meta de 5 mil leads, iremos construir uma moradia. A meta foi atingida em tempo recorde e, com isso, já temos a data para construção da primeira moradia desse projeto bem-te-vi & TETO.

Este formato adotado foi o mais viável para dar início a essa parceria, que promete durar por muitos anos.

O nosso objetivo é que a cada vez que renovarmos a parceria com a TETO, nosso modelo se torne cada vez mais ambicioso.

E tem mais: nossos colaboradores também se comprometeram a ajudar na construção dessa moradia, afinal, aqui todo mundo voa junto! Faz parte da nossa cultura criar um laço social entre nossos colaboradores e nossos projetos, faz parte dos nossos nossos valores e compromisso com a sociedade.

Se você ainda não conhece a bem-te-vi, acesse nossa página bemtevi.com e descubra um novo jeito de cuidar do seu lar ao economizar nas parcelas do seu Seguro Habitacional e ainda ajudar outras famílias.

Artigos relacionados

bem-te-vi

TETO e bem-te-vi: uma parceria do bem